COMO WERLIS E ADRIANA SE SOBRESSAÍRAM NO MERCADO E FIDELIZARAM SEUS CLIENTES
Loja: WA Modas
Lojista: Werlis da Silva
Centro Comercial: Barreiro – BH
Tempo de loja: 4 anos
Segmento: Moda feminina
Onde tudo começou…

Há 4 anos e 10 meses com sua loja no Centro Comercial do Barreiro, Werlis Carlos da Silva, 34 anos, conta a história da WA Modas: “A gente começou a partir de uma ideia que surgiu quando eu trabalhava há 10 anos em uma empresa, uma concessionária de veículos. Então eu decidi ter o meu próprio negócio, por questão de estabilidade e vida social. Eu e minha esposa tivemos a ideia, eu acabei saindo do emprego e a minha esposa também decidiu deixar a empresa que ela trabalhava para que nós abríssemos nosso próprio negócio”.

O primeiro segmento escolhido pelo lojista foi lingerie e moda praia. Logo depois, surgiu uma oportunidade na Feira Shop, já que um lojista decidiu repassar a loja com a mobília, as mercadorias e os demais objetos do local para o Werlis. “Acabamos percebendo que o segmento de vestuário era melhor do que o de biquíni e moda íntima. No início ficamos com as duas, só que depois decidimos expandir a parte do vestuário, que é o nosso produto até hoje”.

Para a criação do nome do negócio, o empreendedor levou em consideração a parceria dele com a esposa: “Como eu comecei o negócio com minha esposa, resolvemos unir nossas iniciais, de Werlis e Adriana, criando o nome WA Modas. Hoje nosso carro chefe são os vestidos longos, trabalhamos também com conjuntos, saias, cropped, calças, short, moda feminina no geral. Temos produtos desde preços mais altos até os mais acessíveis”.

O problema

“É a primeira vez que sou dono do meu próprio negócio, tem sido tão bom que hoje eu tenho até outros tipos de negócio como a estamparia”, revela Werlis, garantindo que sua renda total tem sido da WA Modas. Para ele, ter um negócio próprio representava ter mais qualidade de vida, estabilidade, vida social. De acordo com o lojista, quando se é dono da própria empresa, o esforço e a dedicação é muito maior.Segundo ele, o importante é se superar: “quando trabalhamos na empresa de outra pessoa, nós temos dificuldades com a rotina, com os horários, mas quando a empresa é nossa, temos que nos superar, todo o tempo dedicado ali é para o nosso próprio retorno”.

Quando o casal pensou em abrir um negócio, muitas dúvidas e obstáculos surgiram no caminho: “no início, não conhecíamos fornecedores, nem contatos do ramo, a gente simplesmente resolveu arriscar sem saber nada, graças a Deus hoje tem dado muito certo. Foi uma coisa que a gente não esperava, que hoje nos dá muitos resultados.

O que motivou a caminhada de Werlis foram os seus clientes e o relacionamento que fez com eles. “O cliente sempre espera algo novo, se ele quiser algo diferente para o final de semana, ele procura nossa loja, pois sabe que ele vai encontrar o que procura, sempre trazemos novidade e inovação. O segmento é o mesmo, mas os produtos são sempre diversificados. Outra diferencial nosso é a tabela de preços, temos desde um produto mais barato até o mais caro, para todos os gostos e perfis”, salienta ele.

Durante os anos de mercado, o empresário relata que para fidelizar um cliente é necessário um bom atendimento, pois assim os clientes se aproximam dos lojistas, se relacionando melhor, através de mensagens e pesquisa dos produtos.

A solução

Ao decidir pela Feira Shop, um ponto atraiu Werlis: “Eu me senti atraído pelo fluxo de pessoas presente na Feira Shop. A WA Modas faz parte da Feira Shop! Não precisamos cultivar os clientes para visitar a WA Modas, pois os clientes já estão dentro do centro comercial, já tem esta rotatividade”.

Como o comerciante identificou o sucesso da loja, logo percebeu que poderia fazer a WA Modas crescer mais: “Eu sempre estive focado na Feira Shop e até penso em abrir outra loja aqui, devido a organização e também a infraestrutura que eles oferecem. Agora eu gostaria de abrir uma loja de moda fitness, pois eu me identifico com o segmento e também com atividade física, e vejo que as mulheres também procuram algo novo nesta área da moda fitness. Visto que aqui no Barreiro eu teria poucos concorrentes, seria uma forma de destacar a minha loja”.

O marketing digital e as possibilidades de divulgação, tem contribuído para as vendas da WA Modas. “A Feira Shop tem um nome que o público já gosta. Além disso, uma das maiores ferramentas que eu tenho de trabalho é a rede social, que hoje em dia tem vários seguidores no Instagram. A pessoa já vai na loja com a ideia formada do produto que viu no Instagram ou no site da Feira Shop. Isto tem proporcionado muitas vendas para nós. A movimentação das redes sociais da WA Modas fica por conta da Adriana, minha esposa”.

Resultados

Através das redes sociais, Werlis conseguiu alcançar um público maior, que foi além do ambiente de loja física. “A ferramenta que nós temos atualmente são as redes sociais, que proporcionam alcançar um público maior do que o ambiente de loja física, dessa forma nós temos muito mais visibilidade. Assim a venda é garantida! Temos clientela fixa, que sempre tem voltado e consumido em nossa loja”, declara ele.

De acordo com o empresário, uma nova clientela tem chegado, desde um público mais jovem até pessoas de mais idade, mesmo com a crise dos últimos anos. “No ano passado tivemos uma crise muito grande no país todo, vários lojistas amigos nossos acabaram desistindo, mas nós persistimos trazendo sempre novidade, nunca desanimando, sempre insistindo naquilo que a gente tem convicção que é o nosso segmento. Esta tem sido nossa estratégia em relação à queda do mercado. A gente pode ter perdido venda, mas não perdemos os clientes”.

Para o sucesso de um negócio, a receita de Werlis é dedicação. Para ele, é preciso cuidar o máximo de tempo que você puder do seu próprio negócio, depois ter estratégia, porque o mercado é muito competitivo, e sem estratégia você não sobressai no mercado, pois a concorrência vem de todos os lados.

“O atendimento é importante e atender à vários perfis de clientes também”, ressalta o empresário.

Planos para o futuro…

Com relação aos planos para o futuro, o empreendedor conta sobre o seu desejo de expandir o negócio, mas em outro segmento, como a moda fitness. “Queremos continuar na Feira Shop. Hoje nós conquistamos uma casa muito maior, um carro melhor, além de uma estabilidade financeira através da WA Modas. Um empreendedor deve ser sonhador e sempre sonhar além daquilo que ele imagina, pois quando a gente sonha é algo pessoal nosso, mas quando colocamos em prática, aquilo se torna realidade, o que é satisfatório para nossa vida, mas também para a sociedade, alguém que vem vencendo em um ramo que tem tanta competitividade. Nunca desista de seus sonhos!”, destaca.

QUERO CONSTRUIR MINHA HISTÓRIA NA FEIRA SHOP